segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Tommy Karevik

Volvidos uns anos atrás recordo-me de dar de caras com uma banda chamada Kamelot. O que me atraiu? Nessa altura foi: terem o seu disco (The Black Halo) como "disco do mês" na revista Loud, um belo artwork na capa e lendo o texto descobri que tinham a participação da Simone Simons (na altura ainda gostava dela haha!!) e do Shagrath (!!!). 

Penso que nem sequer pesquisei nenhuma música mergulhei logo para o disco de fio a pavio. Fiquei logo maravilhada com aquele ambiente, as harmonias, as letras e a voz de Roy Khan. Bem, mas o que importa é que adorei todo o álbum e fiquei logo fã. 

Consegui vê-los ao vivo, ainda com o Roy, no Vagos Open Air. Infelizmente Roy decide saír da banda e na verdade desliguei-me das notícias mas mantive o gosto pelas suas músicas. Entretanto soube que Kamelot andava em digressão com um cantor e pensei que estava resolvida a situação. Uns tempos mais tarde, penso que já aqui estava no UK resolvi ver "mas afinal que é feito destes moços"? 


Liguei-me ao spotify e encontrei novas músicas, aqui sim com o Tommy a cantar. Recordo-me que não me interessou muito, ou a paciência não foi muita. Segui a banda no Facebook e uns tempos mais tarde vejo uma actualização a dizer novo vídeo de Kamelot "Sacrimony (angel of afterlife)". Vi o vídeo, adorei a música e oh my god!! aquele Tommy afinal merecia uma segunda olhadela! Nos entretantos, Tommy participa no último álbum de Ayreon "The Theory of Everything", outro grande oh my god!!. Vejam o documentário que acompanha o álbum. 


Eu sinceramente acho que foi mesmo com este álbum que fiquei rendida à sua técnica e timbre. Não gosto quando ele se aproxima do Roy em algumas notas mais graves e líricazadas...não gosto, a voz dele é tão boa que não precisa de se colar ao antigo frontmen. Aliás prefiro mesmo a sua atitude menos dramática! 

Agora o porquê da obcessão? Não sei mas a sua voz está mesmo muito perto da perfeição...

1 comentário:

Ana Patrícia disse...

Confesso que só ouvi Kamelot até ao Roy sair, depois nunca mais dei atenção! Mas depois do que disseste acho que vou voltar a ouvir! :)
xoxo, Ana

The Insomniac Owl Blog